Guia de viagem de Buenos Aires

Turismo em Buenos Aires | Guia de Buenos Aires

Você vai amar Buenos Aires

A capital argentina é muito mais que o tango. Conhecida como a Paris da América do Sul, combina, de uma maneira única, a arquitetura inspirada nos bulevares franceses com o charme latino. Seus mais de 2,8 milhões de habitantes transformaram a cidade em um caldeirão cultural, o que se reflete na enorme variedade de restaurantes e vasta oferta de opções de lazer.

Os museus da cidade são um espetáculo à parte, a exemplo do MALBA, que expõe um rico acervo de arte latino-americana. Os teatros também não deixam a desejar. Em qualquer época do ano há peças interessantes em cartaz, sejam dramas, musicais ou espetáculos acrobáticos, como o tradicional Fuerza Bruta.

Buenos Aires é, para muitos brasileiros, o primeiro destino internacional. E não é sem razão. Perca-se em suas ruas arborizadas, desfrute de um belo churrasco ou um saboroso vinho Malbec e volte para casa apaixonado pela metrópole de nossos hermanos.

5 motivos para visitar Buenos Aires

1. Conheça o berço do tango

O tango nasceu no Rio da Prata no século 19. É uma mistura de ritmos africanos, europeus, gaúchos e do Oriente Médio. Por toda Buenos Aires é fácil encontrar casas de tango com talentosos bailarinos e orquestra ao vivo (alguns lugares oferecem até mesmo aulas de dança).

2. Paixão pelo futebol

O futebol é o esporte nacional argentino. Não é difícil encontrar bares e restaurantes com televisores ligados no esporte e fãs aficionados. O estádio do Boca Juniors, chamado La Bombonera, é atração imperdível.

3. Muitos parques e áreas verdes

A cidade ostenta mais de 100 espaços públicos verdes, como a Reserva Ecológica, com mais de 350 hectares, o enorme Jardim Botânico e o Rosedal de Palermo, que exibe a maior coleção de rosas do país.

4. Gastronomia do mundo inteiro em uma só cidade

Uma das maiores expressões do caldeirão cultural da cidade são os restaurantes. Aqui é fácil encontrar delícias da culinária italiana, francesa, andina, espanhola, alemã e japonesa, entre outras. As churrascarias oferecem cortes maravilhosos, que desmancham na boca.

5. Vida noturna animada

Buenos Aires nunca dorme. Principalmente no bairro Palermo Soho, que agrega numerosos bares, discotecas e pubs. Os portenhos gostam de beber e dançar até o nascer do sol.

1. Conheça o berço do tango

O tango nasceu no Rio da Prata no século 19. É uma mistura de ritmos africanos, europeus, gaúchos e do Oriente Médio. Por toda Buenos Aires é fácil encontrar casas de tango com talentosos bailarinos e orquestra ao vivo (alguns lugares oferecem até mesmo aulas de dança).

2. Paixão pelo futebol

O futebol é o esporte nacional argentino. Não é difícil encontrar bares e restaurantes com televisores ligados no esporte e fãs aficionados. O estádio do Boca Juniors, chamado La Bombonera, é atração imperdível.

3. Muitos parques e áreas verdes

A cidade ostenta mais de 100 espaços públicos verdes, como a Reserva Ecológica, com mais de 350 hectares, o enorme Jardim Botânico e o Rosedal de Palermo, que exibe a maior coleção de rosas do país.

4. Gastronomia do mundo inteiro em uma só cidade

Uma das maiores expressões do caldeirão cultural da cidade são os restaurantes. Aqui é fácil encontrar delícias da culinária italiana, francesa, andina, espanhola, alemã e japonesa, entre outras. As churrascarias oferecem cortes maravilhosos, que desmancham na boca.

5. Vida noturna animada

Buenos Aires nunca dorme. Principalmente no bairro Palermo Soho, que agrega numerosos bares, discotecas e pubs. Os portenhos gostam de beber e dançar até o nascer do sol.

O que fazer em Buenos Aires

1. La Boca

Um dos bairros mais icônicos da cidade, com suas ruas de casas coloridas, dançarinos e cantores de tango por todos os lados. Imperdível nessa área é o Caminito, uma rua com muita arte e ótimos bares, e o estádio La Bombonera, onde é possível realizar passeios guiados.

2. Feira de San Telmo

Todos os domingos essa feira atrai uma grande quantidade de turistas e locais ávidos por explorar as antiguidades e inúmeros souvenires argentinos à venda. Aprecie também os artistas de rua, que às vezes são bastante criativos.

3. MALBA

Moderno e gigantesco, este museu conta com um impressionante acervo permanente e várias exposições temporárias de arte latino-americana. É lá que está exposto o quadro Abaporu (1928), da pintora brasileira Tarsila do Amaral.

4. El Ateneo Grand Splendid

Considerada uma das livrarias mais bonitas do mundo, a El Ateneo Grand Splendid foi construída em um antigo e palaciano teatro. Muitos dos detalhes originais da edificação se mantiveram intactos, desde o palco até os camarotes.

5. Bosques de Palermo: Central Park de Buenos Aires

Este enorme espaço verde, de mais de 80 hectares, foi inaugurado em 1875 e atrai diariamente muitos portenhos, que ali praticam atividades físicas ou fazem piqueniques. Reúne o Jardim Botânico, Parque Japonês, Rosedal, Jardim Zoológico, Planetário Galileu Galilei e o Hipódromo de Palermo.

1. La Boca

Um dos bairros mais icônicos da cidade, com suas ruas de casas coloridas, dançarinos e cantores de tango por todos os lados. Imperdível nessa área é o Caminito, uma rua com muita arte e ótimos bares, e o estádio La Bombonera, onde é possível realizar passeios guiados.

2. Feira de San Telmo

Todos os domingos essa feira atrai uma grande quantidade de turistas e locais ávidos por explorar as antiguidades e inúmeros souvenires argentinos à venda. Aprecie também os artistas de rua, que às vezes são bastante criativos.

3. MALBA

Moderno e gigantesco, este museu conta com um impressionante acervo permanente e várias exposições temporárias de arte latino-americana. É lá que está exposto o quadro Abaporu (1928), da pintora brasileira Tarsila do Amaral.

4. El Ateneo Grand Splendid

Considerada uma das livrarias mais bonitas do mundo, a El Ateneo Grand Splendid foi construída em um antigo e palaciano teatro. Muitos dos detalhes originais da edificação se mantiveram intactos, desde o palco até os camarotes.

5. Bosques de Palermo: Central Park de Buenos Aires

Este enorme espaço verde, de mais de 80 hectares, foi inaugurado em 1875 e atrai diariamente muitos portenhos, que ali praticam atividades físicas ou fazem piqueniques. Reúne o Jardim Botânico, Parque Japonês, Rosedal, Jardim Zoológico, Planetário Galileu Galilei e o Hipódromo de Palermo.

1. La Boca

Um dos bairros mais icônicos da cidade, com suas ruas de casas coloridas, dançarinos e cantores de tango por todos os lados. Imperdível nessa área é o Caminito, uma rua com muita arte e ótimos bares, e o estádio La Bombonera, onde é possível realizar passeios guiados.

2. Feira de San Telmo

Todos os domingos essa feira atrai uma grande quantidade de turistas e locais ávidos por explorar as antiguidades e inúmeros souvenires argentinos à venda. Aprecie também os artistas de rua, que às vezes são bastante criativos.

3. MALBA

Moderno e gigantesco, este museu conta com um impressionante acervo permanente e várias exposições temporárias de arte latino-americana. É lá que está exposto o quadro Abaporu (1928), da pintora brasileira Tarsila do Amaral.

4. El Ateneo Grand Splendid

Considerada uma das livrarias mais bonitas do mundo, a El Ateneo Grand Splendid foi construída em um antigo e palaciano teatro. Muitos dos detalhes originais da edificação se mantiveram intactos, desde o palco até os camarotes.

5. Bosques de Palermo: Central Park de Buenos Aires

Este enorme espaço verde, de mais de 80 hectares, foi inaugurado em 1875 e atrai diariamente muitos portenhos, que ali praticam atividades físicas ou fazem piqueniques. Reúne o Jardim Botânico, Parque Japonês, Rosedal, Jardim Zoológico, Planetário Galileu Galilei e o Hipódromo de Palermo.

O que comer em Buenos Aires

Os apreciadores de um bom churrasco estão no lugar certo. As churrascarias (parrillas) são um clássico para quem visita a cidade. Experimente o famoso chorizo (contra-filé) no Don Julio, lugar famoso pelos excelentes cortes. O valor médio de uma refeição completa aqui e em outras churrascarias gira em torno de ARS 600. Outro clássico argentino que não pode faltar no seu cardápio são as empanadas. Passe no El Sanjuanino, no bairro da Recoleta, e deleite-se.

Quando visitar Buenos Aires

Buenos Aires em maio
Estimativa de preço de pacote
R$ 1397
2 viajantes
Voo para Buenos Aires
3 noites no hotel
Buenos Aires em maio
Estimativa de preço de pacote
R$ 1397
2 viajantes
Voo para Buenos Aires
3 noites no hotel

A cidade possui estações bem definidas. Muitos brasileiros que querem experimentar o autêntico inverno adoram visitar a cidade nos meses de junho, julho e agosto, quando a temperatura pode chegar a 0°C. No entanto, para aqueles que preferem um clima ameno e ruas tranquilas, vale a pena agendar uma viagem na primavera, em especial entre setembro e novembro. Durante esses meses, os parques ficam floridos e o Rosedal atinge seu esplendor.

Dados fornecidos por weatherbase
Temperaturas
Temperaturas
Dados fornecidos por weatherbase

Como chegar em Buenos Aires

Avião

Dezoito cidades brasileiras têm voos diretos com destino a Buenos Aires. As companhias aéreas que operam a maior parte dessas rotas são a Gol, TAM e Aerolíneas Argentinas. A cidade é atendida por dois aeroportos: Ezeiza e Aeroparque. Apesar de ser mais distante do centro (30 km), é no Ezeiza que desembarca a grande maioria dos voos. Para chegar até a cidade, opte pelos ônibus da empresa Tienda León, que cobram cerca de ARS 300 pelo trecho.

Ônibus

As empresas Fecha Bus, JBL Turismo e Crucero del Norte partem rumo a Buenos Aires de cidades brasileiras, como Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Foz do Iguaçu e Curitiba. A partir do Rio de Janeiro, o trajeto leva mais de 30 horas.

Carro

Buenos Aires pode ser acessada por diversas estradas, como a Rota Nacional 1, que conecta a capital a La Plata, a Rota Nacional 7, pelo oeste, e a Rota Nacional 9 pelo nordeste. As estradas estão em bom estado de conservação.

Avião

Dezoito cidades brasileiras têm voos diretos com destino a Buenos Aires. As companhias aéreas que operam a maior parte dessas rotas são a Gol, TAM e Aerolíneas Argentinas. A cidade é atendida por dois aeroportos: Ezeiza e Aeroparque. Apesar de ser mais distante do centro (30 km), é no Ezeiza que desembarca a grande maioria dos voos. Para chegar até a cidade, opte pelos ônibus da empresa Tienda León, que cobram cerca de ARS 300 pelo trecho.

Ônibus

As empresas Fecha Bus, JBL Turismo e Crucero del Norte partem rumo a Buenos Aires de cidades brasileiras, como Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Foz do Iguaçu e Curitiba. A partir do Rio de Janeiro, o trajeto leva mais de 30 horas.

Carro

Buenos Aires pode ser acessada por diversas estradas, como a Rota Nacional 1, que conecta a capital a La Plata, a Rota Nacional 7, pelo oeste, e a Rota Nacional 9 pelo nordeste. As estradas estão em bom estado de conservação.

Aeroportos perto de Buenos Aires

Companhias que operam em Buenos Aires

Lufthansa
Bom (4.423 avaliações)
KLM
Bom (805 avaliações)
SWISS
Bom (909 avaliações)
British Airways
Bom (4.180 avaliações)
Delta
Bom (4.594 avaliações)
Turkish Airlines
Bom (2.236 avaliações)
Air France
Bom (960 avaliações)
Iberia
Bom (1.519 avaliações)
United Airlines
Bom (4.824 avaliações)
Emirates
Excelente (2.098 avaliações)
Qatar Airways
Bom (2.454 avaliações)
Air Canada
Bom (5.330 avaliações)
Etihad Airways
Bom (803 avaliações)
Ethiopian Air
Bom (364 avaliações)
ITA Airways
Bom (686 avaliações)
Korean Air
Excelente (745 avaliações)
Air Europa
Bom (307 avaliações)
Avianca
Bom (1.323 avaliações)
Aeromexico
Bom (850 avaliações)
LATAM Airlines
Bom (987 avaliações)
Ver mais

Onde se hospedar em Buenos Aires

É a área mais vibrante de Buenos Aires. A Plaza Serrano, parte central de Palermo, é rodeada de restaurantes, pubs e lojas de roupas que funcionam dia e noite. Se quiser conhecer gente nova enquanto aprecia uma cerveja Quilmes, essa é a região perfeita para você.

Palermo

Recoleta

Bairro sofisticado e repleto de áreas verdes, como o Parque las Heras, além de charmosos cafés. Ideal para viagens com crianças ou em casal. Recentemente o metrô chegou até lá, o que conta mais um ponto positivo.

Microcentro

Hospede-se perto das principais atrações turísticas, no coração da cidade. É nessa área que estão cartões postais como o Obelisco, a Avenida 9 de Julio, a Plaza de Mayo e a Casa Rosada. Termine o dia saboreando um cappuccino com croissant no tradicional Café Tortoni.

Bairro sofisticado e repleto de áreas verdes, como o Parque las Heras, além de charmosos cafés. Ideal para viagens com crianças ou em casal. Recentemente o metrô chegou até lá, o que conta mais um ponto positivo.
Hospede-se perto das principais atrações turísticas, no coração da cidade. É nessa área que estão cartões postais como o Obelisco, a Avenida 9 de Julio, a Plaza de Mayo e a Casa Rosada. Termine o dia saboreando um cappuccino com croissant no tradicional Café Tortoni.
Hotéis mais populares em Buenos Aires por bairro

Onde se hospedar nas áreas mais populares de Buenos Aires

Hotéis mais reservados em Buenos Aires

Grand King Hotel
4 estrelas
Excelente (8.1 5933 avaliações)
R$ 252+
Grandview Hotel & Convention Center
4 estrelas
Excelente (8 5259 avaliações)
R$ 310+
NH Buenos Aires City
5 estrelas
Excelente (8 4046 avaliações)
R$ 643+
Wyndham Nordelta Tigre Buenos Aires
4 estrelas
Bom (7.7 1506 avaliações)
R$ 668+
Gran Hotel Argentino
3 estrelas
Bom (7.4 8679 avaliações)
R$ 153+
Claridge Hotel
5 estrelas
Bom (7.4 3006 avaliações)
R$ 411+

Como se locomover: Buenos Aires

Transporte público

O metrô, conhecido localmente como Subte, atende bem toda a área turística, com suas seis linhas e 87 estações. Para usar o transporte público é necessário adquirir o cartão Sube, à venda nas bilheterias do metrô e em diversos kioscos espalhados pela cidade. A passagem custa ARS 7,50 por trecho.

Táxi

Os táxis são relativamente baratos e existem aos montes pelas ruas da capital portenha. A bandeirada custa ARS 27,70 e é cobrado mais ARS 2,77 por 200 metros percorridos.

Carro

Empresas como a Hertz e a Thrifty oferecem serviço de aluguel de carros nos aeroportos e em lojas no centro da cidade. Os valores partem de ARS 1.200 pela diária. No entanto, percorrer Buenos Aires de carro não é uma opção prática, uma vez que encontrar estacionamentos com vagas pode ser um grande desafio.

Transporte público

O metrô, conhecido localmente como Subte, atende bem toda a área turística, com suas seis linhas e 87 estações. Para usar o transporte público é necessário adquirir o cartão Sube, à venda nas bilheterias do metrô e em diversos kioscos espalhados pela cidade. A passagem custa ARS 7,50 por trecho.

Táxi

Os táxis são relativamente baratos e existem aos montes pelas ruas da capital portenha. A bandeirada custa ARS 27,70 e é cobrado mais ARS 2,77 por 200 metros percorridos.

Carro

Empresas como a Hertz e a Thrifty oferecem serviço de aluguel de carros nos aeroportos e em lojas no centro da cidade. Os valores partem de ARS 1.200 pela diária. No entanto, percorrer Buenos Aires de carro não é uma opção prática, uma vez que encontrar estacionamentos com vagas pode ser um grande desafio.

Custo de vida em Buenos Aires

Ruas para compras

A mais tradicional rua de compras é a Calle Florida, no Microcentro, que está sempre movimentada. Lá você encontra de tudo, desde sorveterias, como a saborosa Abuela Goye, cafeterias, livrarias e incontáveis lojas de roupas, tanto de marcas locais como internacionais, a exemplo da Zara e Falabella.

Supermercados e outros

Há boas opções de supermercados em Buenos Aires. As redes mais populares são Coto, Disco e Carrefour. Nesses lugares é possível comprar vegetais frescos, mantimentos e iguarias tradicionais argentinas, como os alfajores e doces de leite.

Refeição barata
R$ 50,11
Calça jeans
R$ 479,63
Passagem de transporte público
R$ 2,13
Cappuccino
R$ 13,71
Outras cidades populares na Argentina