Entre o Ocidente e Oriente: conheça a lendária Rota da Seda

Você já ouviu falar da Rota da Seda? O lendário trajeto foi utilizado por séculos a fio para conectar o Oriente e o Ocidente no transporte e comércio não apenas da seda, mas de outros produtos valiosíssimos para as sociedades da época, como especiarias, ouro, vinho, peles de animais, ervas aromáticas e perfumes. Nos últimos anos, tem sido também um dos roteiros de viagem mais procurados – e não é à toa: ao longo de seus mais de 7 mil quilômetros de extensão, cidades repletas de cultura, religião, história e arquitetura esperam pelos viajantes. Vem conferir as dicas do KAYAK e prepare as malas! 

 

Pelas estradas da China

Nos últimos anos, a procura pela Rota da Seda aumentou consideravelmente, fazendo com que ela voltasse aos holofotes do turismo – principalmente graças à China, que investiu nesse roteiro turístico e econômico como uma forma de alavancar seu crescimento e as relações comerciais com outros países. 

Para quem quer explorar mais a fundo a parte chinesa da Rota da Seda, o ideal é começar a viagem em Xi’an, uma das cidades turísticas mais procuradas do país. Para isso, o trajeto mais comum é descer em Xangai ou Pequim, de onde se pode chegar até Xi’an de trem, avião ou até mesmo carro e ônibus, se estiver com mais tempo. Em Xi’an se encontram os famosos Guerreiros Terracota, um patrimônio cultural da China, além de uma influência cultural e religiosa do islamismo que vale a pena conferir. De Xi’an, a viagem pode seguir para Pingyao, cidade histórica com uma arquitetura completamente preservada e muito apaixonante. 

A partir daí, os amantes da natureza podem se maravilhar seguindo para Zhangye, a terra das montanhas coloridas, que promete paisagens que você jamais viu antes. Em seguida, para a região desértica da China, repleta de oásis e cavernas budistas. Prepare-se para conhecer as belíssimas cidades de Dunhuang e, já na província de Turpan, Jiaohe, onde você vai encontrar um complexo de ruínas com mais de 2.000 anos de existência. Vale também fazer uma visita no Vale de Tuyugou, um antigo vilarejo que é perfeito para os viajantes que gostam de história!

O trajeto da Rota da Seda na China se encerra em Kashgar, ao lado do Paquistão, onde a natureza, a cultura e a história chinesa se unem com a Ásia Central. O viajante poderá presenciar misturas incríveis de dialetos e costumes, além de paisagens de tirar o fôlego para os amantes da natureza e do ecoturismo, como a estrada de Karakoram e o lago Karakul. 

Gostou? Então já vem reservar com o KAYAK! 

Passagens para Xangai

Passagens para Pequim

Hospedagem em Xi’An

 

Pelas históricas terras da Ásia Central 

A Rota da Seda também se estende por toda a Ásia Central, que é uma outra opção incrível de roteiro para o viajante que quer conhecer a região. Para começar a viagem, os trajetos saindo do Brasil geralmente chegam a Istambul, na Turquia, ou a alguma das principais cidades do Cazaquistão, como Almaty ou Nur-Sultan. Quem quiser emendar a rota chinesa com essa viagem também encontra fácil acesso às principais cidades cazaques. A partir daí, é possível seguir viagem para o restante do roteiro por trem, carro ou em voos domésticos ou regionais!

O Cazaquistão, ponto inicial da viagem, é o maior país sem costa marítima do mundo, e já é uma surpresa para qualquer viajante que faz a Rota da Seda: é extremamente rico em cultura, registrando, atualmente, 131 etnias que habitam todo o território. Além disso, conta com maravilhas naturais para apaixonar qualquer turista, como montanhas, lagos e áreas florestais preservadas. Ah: não deixe de conhecer a “Cidade do Mundo” da UNESCO, Nur-Sultan, que também é a capital cazaque; por lá, você vai encontrar monumentos históricos e arquitetônicos como a Torre Bayterek e a mesquita de Astana. 

Seguindo viagem para o Quirguistão, você pode mergulhar na cultura turca e persa, que são fortes influências no país, e em belezas urbanas e naturais. Na capital, Bishkek, aproveite para conhecer um pouco da história local no Museu de Etnografia e em monumentos como a estátua de Lênin e no parque Dubiviy. Para quem é fã do ecoturismo, vale a incrível visita ao segundo maior lago andino do mundo, o Issyk-kul, e ao Parque Nacional Ala Archa, localizado no desfiladeiro de um rio e rodeado por belíssimas montanhas. 

No Tajiquistão, menor país da Ásia Central, as surpresas da Rota da Seda continuam: há um brilho único em todo o país, que mantém cultura, costumes e arquitetura muito tradicionais, com fortes influências iranianas e persas. Por estar situado em um relevo montanhoso, há muitas paisagens para se explorar, como as cordilheiras de Tian Shan e Pamir, além do famoso Lago Iskanderkul. Na capital Dushanbe, não deixe de visitar o Museu de Antiguidades e o Parque Somoni – e, se estiver com tempo, vale a visita à lendária Khujant, uma das cidades mais antigas de toda a região, conquistada por Alexandre, O Grande, e repleta de história! 

Conhecido como o centro da Rota da Seda, o Uzbequistão é o ponto final nesse roteiro da Rota da Seda. Além da herança cultural muito diversa, esse pequeno país também é um espetáculo arquitetônico, com muitas influências do Império Persa, ruínas antigas e monumentos religiosos preservados, todos em tom de ocre e azul, o que dá um tom mais colorido a todas as paisagens. A visita vale (e muito)! Para aproveitar os dias no país, a capital Tashkent tem uma ótima infraestrutura e pontos turísticos belíssimos, como a Mesquita Poi Kalon, uma das maiores da Ásia Central e o castelo Kunya Ark. Vale também dar uma esticada até a cidade história de Khiva, viu? 

 

Independentemente do roteiro da sua escolha, a Rota da Seda é uma viagem inesquecível, que garante um mergulho em culturas muito distintas do Ocidente e paisagens raríssimas, além de uma bagagem cultural, histórica e natural para a vida toda. E com o KAYAK, o maior buscador de viagens do mundo, você encontra centenas de opções para reservar suas passagens e hospedagens! Vamos? 

 

Passagens para o Cazaquistão

Passagens para Istanbul, Turquia

Hospedagem em Nur-Sultan, Cazaquistão

Hospedagem em Bishkek, Quirguistão

Hospedagem em Tashkent, Uzbequistão

Hospedagem em Baku, Azerbaijão

Relacionados
Chile: 5 cidades imperdíveis entre mar e montanha

Chile: 5 cidades imperdíveis entre mar e montanha

Banhado pelo Oceano Pacífico, o Chile reúne opções para vários perfis de viajantes. Belas paisagens para os admiradores da natureza,...
KAYAK Brasil
Existem diferenças entre as classes em um avião. Descubra quais.

Diferenças entre a 1ª classe, executiva e econômica

Vale realmente o investimento? Imagina… a gente se contenta em viajar de classe econômica. Mas de vez em quando, é...
Oldrey Matias Almeida Vieira Leite
Entre nesta aventura: 6 cavernas incríveis pelo mundo!

Entre nesta aventura: 6 cavernas incríveis pelo mundo!

As cavernas já nos serviram como abrigo, foram usadas para registrar a história e até viraram cenário de grandes filmes....
KAYAK Brasil
Recentes Ver todos
Porto alternativa: Conheça o lado B da cidade portuguesa

Porto alternativa: Conheça o lado B da cidade portuguesa

A cidade de Porto é um dos destinos mais procurados do mundo para turismo e intercâmbio. A facilidade da língua,...
KAYAK Brasil
5 mercados abertos para conhecer ao redor do mundo

5 mercados abertos para conhecer ao redor do mundo

Comidas típicas. Temperos. Roupas e tecidos tradicionais. Artesanato. Aromas, música, performances… Bem-vindo ao universo dos mercados abertos! Não importa para...
KAYAK Brasil