10 países bike-friendly pelo mundo para sua próxima viagem

Não perde uma chance de pedalar? As bicicletas são uma excelente opção para conhecer uma cidade: além de não poluírem o meio ambiente, são uma oportunidade de exercitar o corpo. O KAYAK selecionou 10 países bike-friendly pelo mundo para você considerar como seu próximo destino.

 

Alemanha

Já pensou em conhecer uma cidade cheia de histórias apenas pedalando? A capital da Alemanha, Berlim, é um dos melhores países bike-friendly pelo mundo. Entre as rotas famosas, está a Trilha do Muro de Berlim em que você pedala pela antiga fronteira entre o leste e oeste alemão. Desde 2010, a cidade criou o “Call a Bike”, serviço de aluguel com mais de 120 estações e que funciona 24 horas durante os sete dias da semana. É uma ótima motivação para pedalar pelos 620 quilômetros de ciclofaixas da cidade – sem falar em jardins e parques. Agora, todas as estradas que forem construídas precisam ter ciclovias e as que já existem estão sendo atualizadas.

Em Hamburgo, também há um número significante de pessoas que usam a bicicleta como a principal forma de transporte. A cidade quer aumentar para 35% a população que usa bikes até 2030. Por último e não menos importante, Munique tem mais de mil quilômetros de ciclovias, sendo um excelente destino para os amantes dos pedais.

 

Japão

A megacidade de Tóquio é a prova de que o Japão é mais um dos países bike-friendly pelo mundo. Tóquio recentemente se tornou uma das melhores cidades para quem se locomove de bicicleta e, por lá, é comum ver os pais transportarem até dois filhos em apenas uma bike. Essa foi uma das formas sustentáveis que a cidade encontrou de acomodar seus mais de nove milhões de habitantes.

Graças aos Jogos Olímpicos de 2020, Tóquio recebeu 400 quilômetros de novas ciclovias. Vale a visita até o Showa Kinen Koen, parque belíssimo e ponto de encontro dos ciclistas.

Outra cidade excelente para se exercitar usando a bicicleta é Quito, uma das mais propícias para o ciclismo em toda Ásia. Por lá, você verá vários moradores com roupas formais indo trabalhar de bicicleta. Entre os motivos para tal popularidade se deve ao fato de Quioto ter o terreno plano e muita facilidade de alugar as bikes. 

 

Holanda

Tem como pensar em Amsterdã sem imaginar várias bicicletas? Cerca de 50% da população vai estudar ou trabalhar diariamente pedalando. São mais de 400 quilômetros de ciclovia espalhados pela cidade, e é só passar na frente do estacionamento Fiestflat que você verá um mar de bicicletas. As bicicletas fazem tão parte da história dos holandeses que quase superam a quantidade de habitantes de Amsterdã.

A cidade de Utrecht vem investindo pesado em inovação e, recentemente, inaugurou o maior estacionamento de bicicletas do mundo, com capacidade de abrigar 12.656 bicicletas. Construído ao lado da estação ferroviária central do município, a ideia é que o usuário estacione sua bicicleta e entre no trem em até cinco minutos. Utrecht também desenvolveu o “Flo”, sistema que detecta a velocidade de cada ciclista e indica que se ele deve aumentar ou diminuir o ritmo para pegar o próximo semáforo verde. Outra cidade holandesa que merece destaque é Eindhoven, que oferece uma excelente infraestrutura para quem ama pedalar, como uma incrível rotatória suspensa exclusiva para bikes, criada para gerar mais segurança para quem as usa. 

 

Eslovênia

Liubliana entrou recentemente no ranking das bike-friendly da Copenhagenize Cycling, empresa de marketing e planejamento cuja especialidade são assuntos relacionados ao transporte sobre duas rodas. A cidade da Eslovênia encoraja o ciclismo como meio de transporte desde 1960, quando começaram a ser construídas as primeiras ciclovias. Atualmente são mais de 200 quilômetros de ciclovias e, em 2016, a cidade foi eleita como a Capital verde da Europa.

O serviço público de aluguel chama BicikeLJ e acumula milhões de viagens desde que foi instalada na cidade, correspondendo a 12% do meio de transporte local. Entre as rotas para fazer de bike na Liubliana estão subir em direção do Castelo de Ljubljana e fazer um tour gastronômico pedalando até Vodnikov Trg, onde ficam mercados com variedade de queijos, legumes e o mel local.

 

Dinamarca

Segundo o ranking Copenhagenize Cycling, Copenhagen é a campeã entre as melhores cidades do mundo para andar de bicicleta. A capital dinamarquesa investe constantemente na infraestrutura e hoje cerca de 50% da população – incluindo políticos e celebridades, usam a bicicleta diariamente como meio de transporte. 

São 400 quilômetros de ciclovia, sendo que a mais movimentada tem um fluxo de 40 mil passagens de bicicleta por dia. Não tem como não viajar para Copenhagen e não alugar uma bike para ter uma imersão cultural!

 

Bélgica

Quando se trata de ciclismo urbano, a Antuérpia é uma das cidades mais famosas. Alguns bons incentivos para isso são estacionamentos amplos, inclusive nas estações de trem, e um sistema eficiente de empréstimos de bicicleta. 

A melhor cidade da Bélgica para andar de bicicleta possui alguns roteiros interessantes como pedalar pelo bairro Het Eilandje, o antigo porto da cidade e orgulho econômico durante os anos de 1800. Outra sugestão é pedalar em direção ao centro e fazer uma parada na Catedral de Nossa Senhora para ver as obras-primas de Rubens.

 

Estados Unidos

Você sabia que o Aeroporto de Portland nos Estados Unidos tem uma área dedicada a montar e desmontar bicicletas antes e depois de voos? A maior cidade do estado de Oregon também tem o maior número de ciclistas americanos. O programa de empréstimos local é o Biketown e conta com mais de 100 estações pela cidade. Além disso, muitos restaurantes são preparados com estacionamentos de bicicleta.  Miami também assumiu o compromisso de se tornar bike-friendly, modernizando rotas antigas e criando ciclovias, além de investir em facilidades como áreas de estacionamentos.

Em São Francisco, o ciclismo tornou-se popular graças ao aumento na infraestrutura. Os amantes do pedal aproveitam uma cidade quase completamente plana embora algumas ladeiras podem causar canseira. A cidade decretou que os novos estacionamentos de automóveis também ofereçam uma conta de espaços para bicicleta. Essa é a prova de que o Estados Unidos é um dos países bike-friendly pelo mundo.

 

França

A França sempre amou o ciclismo e uma das provas é ser o lar do Tour de France. Se você está em busca de uma cidade francesa com boa infraestrutura para pedalar e de quebra belas paisagens como atrações, seu próximo destino é Bordeaux. Por lá, o sistema de compartilhamento de bikes chama VCub. A capital, Paris, também ganhou sua fama pela dedicação aos ciclistas desde 2007, quando o sistema de aluguel de bikes, chamado de Velib, foi introduzido, sendo o maior da Europa. Acesse o site Geovelo e planeje sua rota por Paris!

A adorável Nantes pode ser explorada através de suas amplas ciclovias, provando que é a França também é um dos países bike-friendly pelo mundo. Passeie pela Cours des 50 Otages, um charmoso bairro do século 18 que inclui até o castelo Château des Ducs de Bretagne. Estrasburgo também é um dos destinos mais bike-friendly na França com constante iniciativa para reduzir a movimentação de carros no centro da cidade. Por lá, as bicicletas correspondem a 15% dos deslocamentos diários no centro da cidade.

 

Suécia

A principal cidade da Suécia quando assunto é andar de bicicleta é indiscutivelmente Malmö. A estrutura da cidade conta com mais de 500 quilômetros de ciclovia, incluindo bombas de ar públicas para os ciclistas. 

Além disso, a cidade inaugurou a Cykellhuist, prédio de sete andares para que os moradores consigam estacionar as magrelas ou carregar mercadorias. E entre os planos que a cidade fez para melhorar ainda mais a qualidade de vida dos ciclistas foi pensar em um ferry que liga Malmö a Copenhagen, exclusivo para bikes. O ferry tem capacidade para 36 passageiros e suas bicicletas.

 

Canadá

Segundo o Índice Copenhagenize — o ranking das cidades bike-friendly – a cidade de Montreal tem um dos sistemas de ciclismo mais propícios da América do Norte. São 645 quilômetros de ciclovias, separadas do tráfego e até recebe o festival Go Bike Montreal. Quando estiver por lá, não perca a chance de pedalar pelo Parc Jeanne-Mance, parque queridinho dos ciclistas.

Vancouver também conta com parques e praças com ciclovias, além de vários bicicletários espalhados pela cidade, para facilitar o seu transporte e segurança quando for se locomover de bike. Essa é a prova que Canadá e bikes são duas palavras que tem tudo a ver!

 

Argentina

Nos últimos anos, Buenos Aires se modernizou para incluir as bicicletas em seu planejamento de transporte e, por isso, a capital portenha foi a primeira cidade da América do Sul a aparecer na lista da Copenhagenize. Buenos Aires entrou na lista por ter criado mais de 140 quilômetros de ciclovia em cerca de três anos. Por lá, existe o EcoBici, um sistema público de compartilhamento de bikes, em que você pode alugar sem nenhum custo por até uma hora. 

Em Mendoza, região vinícola do país, são comuns os Wine Bike Tour, passeios em que você pedala para conhecer as vinícolas da cidade argentina. É uma ótima forma de conhecer a cultura dessa região do país e ainda exercitar o corpo!

 

Curtiu conhecer os países mais bike-friendly pelo mundo? Então já comece a planejar em qual desses destinos você irá pedalar!

Templos Modernos: Igrejas que viraram de cafés até baladas!
Eurotrip 2020: Confira destinos para um mochilão europeu
Como fazer uma viagem sustentável? Confira 6 dicas para reduzir o impacto ambiental

 

Relacionados
Entre nesta aventura: 6 cavernas incríveis pelo mundo!

Entre nesta aventura: 6 cavernas incríveis pelo mundo!

As cavernas já nos serviram como abrigo, foram usadas para registrar a história e até viraram cenário de grandes filmes....
KAYAK Brasil
5 florestas incríveis no mundo para quem ama aventuras

5 florestas incríveis no mundo para quem ama aventuras

Parque Nacional Hossa, Finlândia Você sabia que a Finlândia tem mais de 70% do seu território coberto por florestas? Entre...
KAYAK Brasil
Do Chile à China: explorando desertos pelo mundo

Do Chile à China: explorando desertos pelo mundo

Os desertos são destinos exóticos que merecem ser visitados pelo menos uma vez na vida. Por serem regiões que recebem...
KAYAK Brasil
Recentes Ver todos
Porto alternativa: Conheça o lado B da cidade portuguesa

Porto alternativa: Conheça o lado B da cidade portuguesa

A cidade de Porto é um dos destinos mais procurados do mundo para turismo e intercâmbio. A facilidade da língua,...
KAYAK Brasil
5 mercados abertos para conhecer ao redor do mundo

5 mercados abertos para conhecer ao redor do mundo

Comidas típicas. Temperos. Roupas e tecidos tradicionais. Artesanato. Aromas, música, performances… Bem-vindo ao universo dos mercados abertos! Não importa para...
KAYAK Brasil