Algumas dicas para encontrar as tarifas mais baixas e ajudar você a economizar:

  1. Compensa planejar antecipadamente. Quanto mais próxima estiver a data da viagem, mais você vai pagar pelo bilhete. Por quê? Porque há algum tempo as companhias aéreas perceberam que as pessoas viajando a negócios tendem a agendar reuniões em cima da hora e têm a menor das flexibilidades. Por isso, enquanto as companhias penalizam os viajantes a negócios, um turista bem organizado pode obter vantagens. Comece a pensar em sua viagem com três meses de antecedência e crie alertas que informam quando os preços caem. O período ideal para comprar as passagens é de 54 a 62 dias antes da data planejada.

  2. Segunda, sexta ou fim de semana? A flexibilidade para viajar em outro dia pode resultar em tarifas drasticamente mais baixas. Por isso, da próxima vez em que pesquisar no KAYAK, escolha a opção de datas flexíveis.

  3. Tudo na vida é uma questão de timing. O segredo para obter a tarifa mais baixa é viajar quando os outros não o fazem. Os períodos de “calmaria” irão variar por rota (de manhã cedo e noite adentro são boas opções para rotas de lazer, à tarde é melhor para rotas de negócio). Nossa ferramenta “Tendência de Preços” aponta se aquele é o momento certo para comprar a passagem ou se vale a pena esperar alguns dias porque o preço pode cair. Basta pesquisar por um voo no KAYAK e, na página de resultados, conferir o gráfico no canto superior esquerdo.

  4. Evite as altas temporadas. Está notando um padrão? Não viaje quando os outros o fazem. Vá à Disney ou a Las Vegas depois da Ação de Graças e antes do Natal. Você não só terá voos mais baratos como também filas mais curtas. Ou voe no dia de Natal, quando todos já estão em seus destinos (e as aeromoças são particularmente simpáticas).

  5. Obrigado por escolher. Quando companhias low-cost como a JetBlue ou a easyJet simplificaram os seus esquemas de preços para ofereçer preços mais baixos com maior frequência, não demorou muito até que todo mundo começasse a fazer isso também. Mas nem todos os esquemas de preços das companhias aéreas funcionam da mesma forma. É por isso que, quando pesquisamos, vasculhamos centenas de companhias aéreas para encontrar o melhor preço para você.

  6. Local, local, local. Falando de companhias low-cost, muitas delas voam para aeroportos alternativos (como Burbank ou Long Beach em vez de LAX, ou Stansted em vez de Heathrow, Londres) e a economia que conseguem em taxas de aeroporto lhe são passadas adiante. Você pode também desfrutar de menos trânsito, aluguéis de carros mais baratos e menos pessoas nos terminais dos aeroportos. Sempre que pesquisar no KAYAK, podemos mostrar automaticamente as tarifas para os aeroportos mais próximos.

  7. Para economizar durante a viagem, procure por hospedagens mais baratas, diminua o período de estadia e se alimente em lugares menos requintados. Utilizar ônibus e metrô ao invés de táxi e ficar hospedado próximo dos locais que quer conhecer também ajudará na economia. Os filtros do KAYAK permitem que você selecione as ofertas de hotéis por localização, preço, comodidades gratuitas e outras opções.

  8. Calcular o quanto pretende gastar por dia e priorizar o turismo e não as compras é uma ótima maneira de viajar e voltar com as contas em dias. Outra dica é dividir por dias o dinheiro disponível para ser gasto durante a viagem. Assim você não corre o risco de chegar ao fim da estadia sem reserva. Lembre-se que usar o cartão de crédito em período de alta de dólar não é uma boa opção.

  9. Precisando de inspiração? Se o mais importante não for o destino e sim quanto você pode gastar, pesquise sua viagem pelo custo e não pela cidade. O Explore possibilita uma visão geral dos voos mais baratos para lugares em todo o planeta, mostrados em um prático mapa-múndi, e é possível filtrar por preço máximo, temperatura média, atividade favorita e outros critérios. E coloque nosso blog nos seus favoritos: estamos sempre dando dicas de viagem e mostrando destinos imperdíveis para as suas próximas férias.